Notícias
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Notícias
Voltar \ Vendas de casas em Portugal devem aumentar entre 35% e 40% este ano

Vendas de casas em Portugal devem aumentar entre 35% e 40% este ano

19 abr 2016
Vendas de casas em Portugal devem aumentar entre 35% e 40% este ano
Geral, Imobiliário
As transações de imóveis em Portugal devem aumentar entre 35% e 40% este ano, animadas pelo investimento estrangeiro e recuperação do mercado interno. “Desde que não haja nenhuma asneira, o número de transações no mercado imobiliário, em 2016, vai crescer entre 35% e 40%”, revelou Luís Lima, presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

As transações de imóveis em Portugal devem aumentar entre 35% e 40% este ano, animadas pelo investimento estrangeiro e recuperação do mercado interno. “Desde que não haja nenhuma asneira, o número de transações no mercado imobiliário, em 2016, vai crescer entre 35% e 40%”, revelou Luís Lima, presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

O responsável justificou o aumento do número de transações com a “credibilidade e segurança” do setor. “Hoje em dia, com a incerteza no setor financeiro, o mercado imobiliário é visto como estratégico na aplicação de poupanças”, disse, em declarações à Lusa.

Segundo Luís Lima, que falava à margem da participação de oito empresas portuguesas, incluindo da banca, na Feira de Imobiliário de Pequim (China), o investimento estrangeiro tem sido essencial para dar uma nova vida ao setor imobiliário nacional: “Atualmente, em Portugal, uma em cada cinco transações no imobiliário é para um investidor estrangeiro. O Estado começa a ver o setor como exportação”.

A presença de empresas portuguesas no stand da APEMIP na Feira de Imobiliário de Pequim – realizou-se de quinta-feira a domingo – insere-se na estratégia de internacionalização do Salão Imobiliário de Portugal, que este ano já fez ações de promoção em Dubai, Pequim, Lyon e Maputo e tem missões preparadas para Paris e para os EUA.

“O nosso grande objetivo é trazer estes investidores para Lisboa durante o Salão Imobiliário de Portugal, em outubro”, adiantou Sandra Fragoso, gestora da Fundação AIP (Associação Industrial de Portugal) e do Salão Imobiliário de Portugal.

Veja Também