Notícias
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Notícias
Voltar \ Vistos gold duplicam em fevereiro: imobiliário é o que continua a atrair mais investidores

Vistos gold duplicam em fevereiro: imobiliário é o que continua a atrair mais investidores

22 mar 2016
Vistos gold duplicam em fevereiro: imobiliário é o que continua a atrair mais investidores
Geral, Imobiliário
A compra de imóveis continua a ser a principal geradora de investimento estrangeiro em Portugal, por via dos chamados vistos gold. Em fevereiro foram atribuídas 144 Autorizações de Residência para a actividade de Investimento (ARI), sendo que a maioria (136) foi por aplicações no setor imobiliário, segundo os dados mais recentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

compra de imóveis continua a ser a principal geradora de investimento estrangeiro em Portugal, por via dos chamados vistos gold. Em fevereiro foram atribuídas 144 Autorizações de Residência para a actividade de Investimento (ARI), sendo que a maioria (136) foi por aplicações no setor imobiliário, segundo os dados mais recentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em termos de valor, o investimento pelos vistos gold mais do que duplicou (131%) face ao mês anterior, num total de 89,3 milhões de euros, de acordo com os dados citados pela Lusa e, correspontemente 91% do montante (81,2 milhões de euros) continua a corresponder à compra de imóveis.

Chineses são os maiores investidores

Desde que os vistos 'gold' entraram em vigor - 08 de outubro de 2012 - até final de fevereiro, foram atribuídos 2.997 ARI: dois em 2012; 494 em 2013; 1.526 em 2014; 766 em 2015 e 209 até ao mês passado.

Em termos de investimento total acumulado desde 2012, este ascendia a 1,8 mil milhões de euros, dos quais a maior parte - 1,6 mil milhões de euros - correspondia à compra de bens imóveis e 176,2 milhões de euros à transferência de capital.

A China lidera a lista de ARI atribuídas (2.345 até fevereiro), seguida do Brasil (123), Rússia (104), África do Sul (77) e Líbano (46).

No total acumulado, de acordo com dados do SEF, foram atribuídos 2.833 vistos 'gold' pelo requisito da aquisição de bens imóveis, 159 pela transferência de capital, cinco pela criação de emprego e nenhum segundo as novas regras, de acordo com a agência de notícias portuguesa.

Reabilitação urbana ainda sem interesse

As novas medidas­, que alargam o investimento de estrangeiros a áreas como a reabilitação urbana ou ciência, entre outras, entraram em vigor a 3 de setembro de 2015, embora até à data não seja conhecida a atribuição de vistos dourados segundo estas regras.

As novas medidas­, que alargam o investimento de estrangeiros a áreas como a reabilitação urbana ou ciência, entre outras, entraram em vigor a 3 de setembro de 2015, mas até ao momento não é conhecida a atribuição de vistos dourados segundo estas regras.

Veja Também